Fraldas de pano por um mundo mais verde

Substituir diariamente algumas fraldas descartáveis pelas de pano pode reduzir – e muito – a poluição ambiental


Marcela Farrás e Simone Tinti


Calcula-se que, durante os 2 primeiros anos de vida, um bebê utilize mais de 5 mil fraldas descartáveis. E todo esse plástico vai demorar cerca de 450 anos para se decompor. Mesmo assim, a ideia das fraldas de pano ainda divide opiniões entre os pais.


O uso desse tipo de fralda acarreta gastar água para as lavagens, o que pode parecer um fator negativo em época de preocupação com a sustentabilidade. Porém, é possível controlar o desperdício reutilizando a água do banho e substituindo o sabão tradicional pelo biodegradável. Além de, é claro, tirar o excesso de cocô antes da lavagem na máquina.


Também é importante destacar que combinar a utilização de fraldas de algodão orgânico com a das descartáveis ajuda na redução do uso de pesticidas nas plantações. "Não é preciso eliminar definitivamente o uso das fraldas descartáveis, e sim, diminuir. Revezar o uso com as de pano vai fazer uma grande diferença para o meio ambiente", diz Bettina Lauterbach, proprietária da marca Fralda Bonita, que oferece os itens de pano com formato bastante similar ao das fraldas de plástico.


Para aqueles que ainda não se sentem confortáveis em adotar as fraldas de pano, mas querem contribuir com o meio ambiente, é possível fazer a transição por meio das biodegradáveis, que têm plástico compostável na composição e são produzidas com menor quantidade de água. Já quem decidir testar os produtos de algodão confere abaixo dicas para a lavagem.


 Dicas para lavar fraldas de pano


 - Separe um balde especialmente para depositar as fraldas sujas. Cada uma deve ser enxaguada na torneira para tirar o grosso e vai para o molho. Uma sugestão é adicionar uma colher de sopa de vinagre branco a 10 litros de água, o que evita o mau cheiro;


- Prefira sabão de coco para lavar as fraldas. Produtos químicos como sabão em pó comum, amaciante e alvejantes podem causar alergia na criança;


- Apesar de muitas mães terem o costume de ferver as fraldas, esse hábito não é necessário. Fora do trato urinário, as bactérias não sobrevivem e, portanto, não causariam risco ao bebê;


- Evite passar as fraldas a ferro com muita freqüência, pois elas podem começar a desmanchar. Além disso, calor do ferro nada tem a ver com a eliminação das bactérias.



Fontes:
  1. Site Baby Slings e Amilton Robledo, pediatra do Hospital São Camilo
  2. http://revistacrescer.globo.com/Revista/Crescer/0,,EMI15349-15546,00.html

Postagens mais visitadas deste blog

Porta calcinha/cueca