Medicamentos Excepcionais

por Dra. Shirley de Campos em 2009-08-11

Os medicamentos de dispensação excepcional são indicados, na maioria das vezes, para doenças crônicas. Mas se não tomados da forma prescrita e com acompanhamento médico, podem causar efeitos adversos. Por isso, o Ministério da Saúde elaborou Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas que devem ser seguidos pelos médicos e outros profissionais da área da saúde, durante o acompanhamento do paciente.

O medicamento excepcional será liberado pelo gestor estadual, somente se o paciente apresentar a doença e os critérios descritos no Protocolo.

Para acesso a tais medicamentos, é imprescindível que o paciente leve, na Secretaria Estadual de Saúde ou Regional de Saúde, os exames exigidos pelo protocolo e solicitados pelo médico. Os protocolos são elaborados com base em estudos científicos para dar mais segurança e efetividade do medicamento ao paciente.

De maneira geral, esses medicamentos são adquiridos de empresas privadas e laboratórios oficiais pelos estados.
Conheça os Protocolos Clínicos

Acesso – Para ter acesso aos medicamentos de dispensação excepcional, o paciente ou o seu cuidador deve consultar o médico e apresentar na Secretaria de Estado da Saúde ou Regional de Saúde, os seguintes documentos:

1 – Laudo Médico para medicamentos de Dispensação Excepcional (LME)
2 – Cartão Nacional do SUS
3 – Exames específicos de acordo com a doença
4 – Receita médica devidamente preenchida e assinada pelo médico
5 - Termo de Consentimento Informado preenchido assinado pelo médico e paciente ou seu cuidador

Se o medicamento excepcional encontra-se em falta na farmácia - o paciente deve buscar a Secretaria de Saúde do estado ou município para fazer a solicitação. Os repasses do Ministério da Saúde para compra desses medicamentos são mensais e a distribuição é responsabilidade do estado e do município.


disque saúde 0800 61 1997

Ministério da Saúde - Esplanada dos MinistériosBloco G - Brasilia / DF

CEP: 70058-900 - Fone: 3315-2425 - contato@saude.gov.br


Fonte: http://www.drashirleydecampos.com.br/noticias/25764

Postagens mais visitadas deste blog

Porta calcinha/cueca