09 de Janeiro - Dia do Astronauta

Yuri Gagarin, a primeira pessoano espaço (1961).


Em 1961, o cosmonauta da então União Soviética, Yuri Gagarin , inaugurou uma nova fase na corrida espacial com a frase “A Terra é azul”.  Era o dia 12 de abril e aquela era a primeira vez que um ser humano chegava ao espaço. Antes dele, a cadela Laika, também a bordo de uma espaçonave soviética, já havia passeado pela órbita terrestre.
  
A corrida espacial polarizou os conflitos da guerra fria entre os Estados Unidos e a União Soviética. A resposta americana viria anos mais tarde. Em 20 de julho de 1969 uma nave tripulada pousava em solo lunar. O astronauta Neil Armstrong emocionou o mundo ao dar os primeiros passos e dizer: "Este é um pequeno passo para o homem, mas um gigantesco salto para a humanidade".


A corrida espacial continuou e muitas missões tripuladas foram lançadas ao espaço. Algumas trágicas, como a  despressurização da nave soviética Soyuz T-11, que matou seus 3 tripulantes em 1971, ou a explosão do ônibus espacial Challenger, em 1986, que matou seus 7 astronautas. Ainda assim, os avanços tecnológicos e os testes científicos e, sobretudo, a vontade do homem de conhecer o inexplorado, fez com que se pensasse cada vez mais longe. A meta da NASA (Agência Espacial Americana) é conquistar o solo marciano nas próximas décadas.


Atualmente, a conquista espacial é uma objetivo que reúne várias nações. A ISS (Estação Espacial Internacional) é o resultado do esforço de 16 países, entre eles o Brasil.


Nada disso seria possível, no entanto, sem uma peça fundamental: o astronauta. São homens e mulheres com uma formação teórica e física que os fazem quase super-humanos. E o Brasil já tem um representante neste seleto grupo. É o astronauta Marcos Pontes, que em 2006 vai participar de sua primeira missão no espaço. Pontes vai integrar a tripulação que ficará na ISS para a realização de testes e reparos na estrutura da estação. 


Links relacionados:
Marcos Pontes: www.marcospontes.net
Nasa: www.nasa.gov 
http://www2.portoalegre.rs.gov.br/pwdtcomemorativas/default.php?reg=6&p_secao=57




Marcos Pontes2.jpg

Cosmonauta da AEB
NacionalidadeBrasil brasileiro
Nascimento11 de março de 1963 (49 anos)
BauruSPBrasil
Ocupação
atual
cosmonauta
Ocupação
anterior
Piloto de caça da FAB
Patente militarTenente-coronel (na reserva)
Tempo no espaço9d 21h 17m
MissõesSoyuz TMA-8
Soyuz TMA-7
Insígnia
da missão
Soyuz TMA-8 logo.jpg Soyuz TMA-7 patch white.png

Vida e carreira

Casado com Franciska de Fátima Cavalcanti, Marcos Pontes tem dois filhos e seus hobbies são musculaçãofutebolviolãopianodesenhar e fazer pinturas em aquarela. Além destes hobbies, também de dedica ao radioamadorismo. Seu prefixo como radioamador é PY0AEB. Seus pais Virgílio e Zuleika Pontes, moravam em Bauru. Foi piloto de caça da FAB, chegando ao posto de tenente-coronel.

[editar]Formação


Marcos Cesar Pontes, astronauta da Agência Espacial Brasileira (AEB)
Formou-se no Colégio Liceu Noroeste, em Bauruestado de São Paulo, em 1980. Em 1984 recebeu o bachareladoem tecnologia aeronáutica da Academia da Força Aérea (AFA), em PirassunungaSão Paulo. Em 1989 iniciou o curso de engenharia aeronáutica no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em São José dos CamposSão Paulo, recebendo o título de engenheiro em 1993. Em 1998 obteve o mestrado em engenharia de sistemas pelaNaval Postgraduate School, em MonterreyCalifórnia.
Como piloto da FAB possui mais de 1.900 horas de vôo[3] em mais de vinte modelos de jatos da frota da FAB[4].

[editar]Ingresso no programa espacial

Em junho de 1998 foi selecionado para o programa espacial da NASA, para a candidatura a que o país tinha direito no programa espacial do governo estadunidense, pelo fato de integrar o esforço multinacional de construção da Estação Espacial Internacional.
Iniciou o treinamento obrigatório em agosto daquele ano no Centro Espacial Lyndon Johnson, em Houston. Em dezembro de 2000, ao concluir o curso, foi declarado oficialmente "astronauta da NASA".
Seu voo inaugural fora originalmente marcado para o ano de 2001, como parte da construção da Estação Espacial Internacional. Mais especificamente, o objetivo da missão seria transportar e instalar o módulo construído no Brasil (conhecido como "Express Pallet"). Problemas orçamentários da NASA forçaram, no entanto, o adiamento da missão para o ano de 2003. Ao se aproximar a data, persistentes problemas financeiros indicavam novo adiamento, mas o acidente que resultou na destruição do ônibus espacial Columbia, em fevereiro de 2003, suspendeu todos os vôos daNASA por tempo indeterminado.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Marcos_Pontes 

Postagens mais visitadas deste blog

Porta calcinha/cueca